sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Jardim Patrão Joaquim Lopes em Olhão, depois de anos ao abandono será que vai ser destruido por António Pina, com a ajuda do Ministro do Ambiente?

 Resultado de imagem para fotos do jardim Patrão Joaquim LOpes em Olhão

A foto  retirado do Cine 31, é dos primórdios do jardim  Patrão Joaquim Lopes e construído em 1968 pelos nossos antepassados.
Era esse Jardim conhecido  pelos olhanenses como Jardim dos Patinhos, devido ao tanque que aí existia e que dava esplendor ao busto do Nosso Herói Nacional Patrão Joaquim Lopes. esse lago foi destruido e aterrado,depois do 25 de Abril  por um  ex.presidente da CMO,  F.Leal.Tal medida atentatório às nossas memórias,mas que  nada  nos espanta pois esse ex presidente da CMOlhão,nada tem a ver com o passado olhanense, pois veio de Tavira à reboleta até dar em seco na Fuzeta, daì essa aventesma destruir uma coisa construída pelos nossos antepassados nada de espantar , de espantar sim  o resto da vereaçao do PS e a dita oposição na vereação da CMOlhão na Junta de Freguesia de Olhão, e na Assembleia Municipal se terem calado e consentido, e assim foi aterrado o tanque que tinha peixes e patinhos para gáudio e divertimento das nossas crianças.
Em substituição desse   espaço a CMOlhão construíu essa vergonha que podem ver nesta foto retirada de um artigo do Olhão Livre em 2013 que dá para imaginar a vergonha que a C.MOlhão deixou  chegar esse Jardim.
,


Mas hoje fala-se à boca cheia em Olhão,  que o actual presidente da CMOlhão quer dar a machada final ao Patrão Joaquim Lopes  derrubando as cerca de 80 árvores existentes nesse Jardim Patrão Joaquim Lopes, para dar lugar a mais lugares de estacionamento automóvel  um calçadão a imitar Quarteira,  e espaços de restauração e comércio.
 Para essas medidas criminosas de substituir árvores por automóveis,  conta agora  com um Jakpoot de 2 milhões de € dado pelo ministro do Ambiente em troca do seu silêncio, face às  81 demolições previstas nas Ilhas do Hangares e Farol que o ministro do ambiente anunciou esta semana.
Além da destruição do Jardim o presidente da CMOlhão quer correr com os pescadores mariscadores e viveiristas, do actual Porto de Abrigo da Pesca artesanal  situado nessa Zona Ribeirinha de Olhão, para no seu lugar dar lugar a uma nova Marina nome pomposo, como eles tanto gostam de chamar aos portos de Recreio sempre na mira das  grandes negociatas; Quem será desta vez o felizardo dessa  vergonhosa,  corrida dos pescadores do local que lhes pertence historicamente, para dar lugar a 220 embarcações de recreio-
Afinal de contas e sendo a Ria Formosa um Parque Natural,  será que algum cientista ou ambientalista, e capaz de dizer qual a capacidade de carga, para as embarcações de recreio a motor na Ria Formosa no Concelho de Olhão?
 Este ano a navegação nos cada vez mais estreitos canais de navegação, já foi um caos como será com mais 220 embarcações de recreio a navegar todos nos meses de Julho e Agosto, a velocidades muitas vezes superiores às velocidades permitidas pelo actual  P.O.O.C. que limita a navegação na Ria Formosa a 12 nós.

A  noticia da requalificação da Zona Ribeirinha pode ler nesse extracto de noticia do Diárioonline.

"O Ministério do Mar, através da Docapesca Portos e Lotas, S.A. e em cooperação com o Município de Olhão, vai lançar o concurso público para o Contrato de Concessão da Requalificação, Modernização e Exploração do Porto de Recreio de Olhão.

O concurso prevê uma ampliação inicial de 60 postos de amarração e, complementarmente, autoriza-se a ampliação para acolher um total de 500 postos de amarração, ou seja mais 220 lugares.

O Porto de Recreio situa-se junto da frente marginal da cidade de Olhão e a sua exploração vai ser estabelecida em regime de exclusivo por um prazo de 35 anos.

Estão previstas obras de melhoramento, reparação, renovação, requalificação, infraestruturação, e ordenamento da zona terrestre do porto de recreio, que inclui áreas portuárias, áreas comerciais, instalações de apoio e serviços operacionais, num total de 25470 metros quadrados, conforme acordado com o Município de Olhão.
Extrato da noticia do Diarioonline 

Perante esta noticia o que vão fazer os filhos de Olhão vão mais uma vez ficar parados, e em silêncio e deixar que sejamos estrangeiros a tomar posição contra as medidas da CMOLhão,  como já fizeram aquando o arranque da calçada portuguesa na Zona  Histórica da Barreta?
Será que  o crime de abate de cerca de 80 árvores e da destruição do Jardim Patrão Joaquim Lopes, vai deixar sem resposta pela parte da Junta de Freguesia de Olhão que é actual detentora desse espaço verde??
Que posição vão tomar face a esta gravidade e atentado  aos interesses da população de Olhão, os deputados da Assembleia Municipal de Olhão?
Pela nossa parte podem crer que não nos vamos calar e denunciaremos ao mundo através de todas as formas possíveis e imaginárias e mais esse ataque que é destruição do nosso património que nos foi deixados pelos nossos antepassados.
Olhão fez-se a si próprio à conta do esforço dos nossos antepassados e não vai ser um aprendiz de ditador, apoiado pelo ministro do Ambiente,  que  vai  destruir esses património que os nosso antepassados nos legaram.e que deixaram chegar a esse abandono que há anos no Olhão Livre andamos a alertar conforme pode ver carregando aqui.



13 comentários:

Atento. disse...

Não são mais 220 são mais 400 yates que ele quer nas marinas de Olhão.

Anónimo disse...

nao vai existir mais 250 barcos camarada mas sim vao transferir os de recreio que estao na doca para o porto de recreio ficando a doca so para pesca profissional.

Afonso disse...

Não basta os mamões do país que sugam o dinheiro da economia se não os que não deixam as cidades crescerem. Já demoliam com as casas construídas sem licenças nas ilhas e se construíam umas valentes unidades hoteleiras de 6 estrelas no seu lugar. Não é deixando todas as velharias ficar porque é antigo e hiatórico que se cresce. Que pensamento de gente pequena fdx.

Anónimo disse...

O ministro do ambiente que vá demolir a casa do Pina na Ilha do Farol, e deixe as árvores do nosso jardim em paz.

Anónimo disse...

Uma vergonha o estado que a CMOLhão deixou chegar esse jardim do qual restam as restam as árvores,e agora vão arrancá-las para estacionar carros?
pouca vergonha na cara não tem não?

Anónimo disse...

Mas agora em Olhão toda a gente tem direito histórico sobre tudo e mais alguma coisa.

Anónimo disse...

O pina parece nque não conhece os filhos de Olhão é que quando eles metem na cabeça que tem de defender uma coisa que é sua são tramado e o Jardim dos Patinhos é muito querido da maior parte das pessoas de OLhão.
parece que dessa vez é que vai ser amandado para o esgoto do T com roupa e tudo.

Anónimo disse...

Até velhas guardas do PS já se começaram a manifestar contra essa abate de arvores e destruição do Jardim Patrão Joaquim Lopes.
Dessa vez tás tramado ó pina, pois mexeste muito com uma coisa querida dos olhanenses, e quando esses abrem o olho e se revoltam tá o caldo entornado.

Anónimo disse...

Não gosto de criticar sem conhecer bem o assunto sei q este ano fiz uma reclamação sobre o estado do Lago sujo e os patos se alimento ainda não obtive resposta o lago foi limpo e os patos desapareceram fiquei triste pois as crianças adoram dar comida aos patos e ver as tartarugas.Falei tb sobre o estado da calçada q está em mau estado devido as raizes das árvores, possivelmente irão arrancar para arranjar e colocarem outras???

Didia Maria Sousa disse...

nÓS TEMOS É QUE PLANTAR MAIS ARVORES E NÃO DERRUBAR. nÓS TEMOS É QUE AUMENTAR O ESPAÇO PÚBLICO DE LAZER E NÃO DIMINUIR. NÓS TEMOS É QUE RESPEITAR O QUE ESTÁ FEITO E MELHORAR, NÃO DESTRUIR.
POR FAVOR TENHAM JUIZO AQUELES QUE SO PENSAM NO DINHEIRO, POIS PODE LHE SAIR O TIRO PELA CULATRA!

Anónimo disse...

Mas que cambada, mas querem o jardim pra que?prós ciganos pendurarem os trapos?prós drogados fumarem uma ganza?prós paneleiros andarem aos meles?aquilo não serve pra nada.A malta dos restaurantes precisam de estacionamento pros camones virem pra cá gastarem a nota.Porra.

Anónimo disse...

Lamento se assim for... mas lamento mais a quantidade de gente pequena, retrogada , xenófoba e racista com quem tenho de me nesta cidade que tornei minha! A julgar pelos comentários aqui feitos..

Maria Carminda disse...

Os ciganos só metem lá os trapos,porque os senhores da câmara deixam, ou teem medo deles,pois abrimos um espaço comercial e fartamos de pagar e esses nada pagam.
Agora com respeito ao jardim me menino tento na lingua não gosta de velharias,com o que estão pensando fazer, vamos voltar como há uns anos atrás Olhão deserto,mas nao sei se fazem pois ainda cá há muitos velhos para se oporem.